Robô dentista chinês é o primeiro a encaixar implantes na boca de um paciente sem nenhum envolvimento humano

Um procedimento bem-sucedido cria esperanças e pode evitar problemas causados por erros humanos e ajudar na escassez de dentistas eficientes. 

Um robô dentista realizou com sucesso a primeira cirurgia autônoma de implantes colocando dois novos dentes na boca de uma mulher, segundo a mídia continental.

Embora houvesse uma equipe de dentistas humanos presente durante a operação eles não desempenharam nenhuma função enquanto o procedimento estava sendo realizado.

O procedimento de uma hora foi feito em Xian, Shaanxi, no sábado de acordo com o Science and Technology Daily.

 

Os implantes foram equipados dentro de uma margem de erro de 0.2-0.3mm, conseguindo o padrão necessário para esse tipo de operação, disseram especialistas. A tecnologia foi feita para superar a escassez da qualificação de dentistas na China e evitar frequentes erros cirúrgicos.

Ele foi desenvolvido em conjunto com o the Fourth Military Medical University’s afiliado ao hospital estomatologista que fica em Xian, e o instituto de robôs na Beihang University em Beijing nos últimos quatro anos.

De acordo com o Dr Zhao Yimin, líder na China e especialista em reabilitação oral que trabalha no hospital, o robô combina os conhecimentos dos dentistas e os benefícios da tecnologia.

“Ele conduziu a cirurgia sozinho, então ele pode evitar erros causados por humanos.” O dente artificial que foi implantado foi criado por uma impressora 3D, ele acrescentou.

Uma pesquisa epidemiologista descobriu que cerca de 400 milhões de pacientes precisavam de implantes dentários na China, mas o número de dentistas qualificados estava abaixo da demanda.

Cerca de um milhão de implantes foram realizados pelo país a cada ano e a baixa qualidade das cirurgias que os pacientes enfrentam podem causar problemas futuros.

O relatório sobre a cirurgia apontou que os cirurgiões dentistas estão trabalhando dentro de um espaço pequeno dentro da boca, incluindo algumas áreas difíceis de ver, o que muitas vezes torna a cirurgia difícil de realizar. O uso de robôs poderia ajudar a evitar o problema

Antes da cirurgia do último sábado, a equipe de dentistas adequou a posição e orientação do equipamento no paciente. Então eles programaram o robô para se mover na posição correta para cuidar da operação, determinou os movimentos, ângulo e profundidade necessária para se encaixar o novo dente dentro de uma cavidade na boca do paciente.

Então eles testaram esses movimentos e coletaram dados para fazer os ajustes necessários antes de dar a anestesia local e fazer o procedimento na mulher. Durante a operação, o robô foi capaz de fazer ajustes em linha com os próprios movimentos do paciente

Nos últimos anos, os robôs foram cada vez mais utilizados para auxiliar os dentistas com procedimentos como a cirurgia do canal radicular e as operações ortodônticas, bem como em treinamento de estudantes.
Em março deste ano, a US Food and Drug Administration aprovou o uso de um sistema de robôs chamado Yomi, projetado para auxiliar cirurgiões humanos na instalação de implantes.

 

Fonte: South China Morning Post – Edição impressa